Como combinar indicadores corretamente

É regra comum que todo sinal que um indicador, velas ou padrão gráfico fornece deve ser confirmado com uma outra ferramenta técnica. Mesmo os indicadores mais populares e eficazes podem fornecer sinais falsos. Portanto, você precisa ter certeza de que os alertas errados não o enganarão. No entanto, saber quais indicadores combinar e quantas confirmações você precisa é vital. Continue lendo para descobrir como usar indicadores técnicos, para que funcionem para você.

Comece com 50 BRL, obtenha até $1000
Negociar agora

Um indicador técnico é um cálculo matemático do preço histórico, volume ou interesse em aberto de um ativo implementado por traders para prever uma direção de preço.

1. Não use indicadores da mesma categoria

Todos os indicadores são divididos em categorias. Eles são tendência, momento, volatilidade e volume. O erro mais comum é aplicar indicadores do mesmo tipo. Os indicadores de uma categoria podem substituir uns aos outros, não confirmar uns aos outros.

Você deve aprender a diferença entre duplicar e confirmar. Por exemplo, quando há uma divergência/convergência entre o preço e os indicadores MACD, muitos novatos implementam outro indicador de momento, o RSI, e acreditam que o sinal se torna mais forte. No entanto, RSI e MACD são indicadores da mesma categoria e fornecem sinais semelhantes (convergência/divergência). Em muitos casos, eles duplicam os sinais uns dos outros, mas não os confirmam.

Qual indicador oscilador é o melhor para estratégias de negociação?

No entanto, se você observar uma convergência de alta entre o indicador MACD e o gráfico de preços, poderá implementar o indicador de Bandas Bollinger. Se o preço estiver próximo da banda inferior, é uma confirmação de uma próxima alta. Este caso é mostrado na imagem abaixo.

Abaixo, você pode ver exemplos dos vários tipos de indicadores. Alguns indicadores são mencionados em duas categorias porque podem ser usados ​​para diferentes propósitos. Se os indicadores estiverem em duas categorias, eles podem ser aplicados em conjunto se não fornecerem o mesmo sinal (por exemplo, convergência/divergência).

2. Não confirme sinais com muitos indicadores

Mais não significa melhor em análise técnica. Muitos novatos acreditam que devem confirmar um sinal com várias ferramentas para garantir que seja confiável. No entanto, há pelo menos duas razões pelas quais você não deve procurar muitas confirmações.

Você corre o risco de perder um bom sinal enquanto procura inúmeras confirmações.

Você deve sempre ter um conjunto de indicadores que cooperam e podem confirmar os sinais uns dos outros. Caso contrário, você experimentará várias ferramentas e perderá uma oportunidade de negociação. Combine 2-3 indicadores. É o suficiente para ter certeza de que o sinal é confiável.

Você corre o risco de ser confundido com vários sinais.

Nem todos os indicadores se correlacionam e podem confirmar os sinais uns dos outros. Você pode encontrar outro alerta ou nenhum alerta.

3. Não force os indicadores para confirmar os sinais

Antes de determinar indicadores específicos em sua estratégia, você precisa testá-los em uma conta demo ou em dados históricos. Os indicadores devem fornecer os mesmos sinais na maioria das vezes, não uma vez. Mesmo se você encontrar dois indicadores que deram o mesmo sinal uma vez, mas não se correlacionaram em outros casos, você não deve tentar fazê-los funcionar juntos.

Gere lucro em 1 minuto
Negociar agora

Para ter certeza de que as ferramentas funcionam juntas, você não precisa de cálculos específicos. Basta verificar como eles confirmariam os sinais um do outro na maioria dos negócios em potencial. Se eles se correlacionam na maioria das vezes, use-os em sua estratégia. Se não, não perca seu tempo alterando seus parâmetros só porque você quer que eles funcionem.

As 5 melhores posturas sentadas para traders
Muitos traders não dão muita atenção para suas posturas sentadas, impactando negativamente sua saúde física e mental. Este artigo revela a postura sentada correta para traders em todos os momentos. Confira.
Ler mais

4. Não tente fazer indicadores muito perfeitos

Barra do Oscilador de Coppock (COB) – Uma análise de alto nível

Para fazer com que os indicadores funcionem para você, você deve determinar parâmetros viáveis. Cada ferramenta é adicionada ao gráfico com as configurações mais comuns que provaram sua eficácia. No entanto, toda estratégia deve considerar as especificidades do prazo, do ativo e da quantidade de fundos que você usa. Sua tarefa é identificar os melhores parâmetros para sua abordagem de negociação.

Ao alterar as configurações, não altere todo o indicador. Seu objetivo é tornar o indicador eficaz, não forçá-lo a fornecer sinais. Tenha em mente que não pode haver nenhum sinal ou um sinal falso. Você deve avaliar a taxa de vitórias. Calcule quantas negociações vencedoras e perdedoras você teria com determinados parâmetros. O indicador está bem definido se a porcentagem de posições vencedoras for muito superior a 50%.

Além disso, se um indicador precisar de alterações e outro não, não tente alterar outro.

 Categorias de indicadores

Os traders usam uma variedade de indicadores, alguns deles até de autoria própria. Todos esses indicadores são adicionados a uma determinada categoria, com base em seu efeito. Isso inclui:

· Indicadores de Momentum: Estocástico, CCI, RSI, Williams %, MACD

· Tendência: ADX, Médias Móveis, MACD, SAR Parabólico, Bandas de Bollinger

· Volatilidade: Bandas de Bollinger, Desvio Padrão, Canal Keltner, Envelopes

· Estudos de gráficos: linhas horizontais, Fibonacci, extensões Fibo, Linhas de Tendência

Alguns indicadores, como Nuvens de Ichimoku e ATR, não estão em uma categoria específica, mas possuem recursos completos. Eles são categorizados com base no uso pretendido.

Exemplos

Os indicadores podem ser combinados com base nos dados que você deseja ler. Se um gráfico tiver três indicadores diferentes, todos eles devem se complementar. A coleta dos mesmos dados não é essencial e é contraproducente.

Por exemplo, você pode ter um gráfico com um indicador RSI, ADX e Bandas de Bollinger. O RSI medirá o momento em jogo, o ADX procurará tendências, enquanto as Bandas de o Bollinger analisará a volatilidade.

Você também pode combinar RSI com Bandas de Bollinger para receber informações complementares. Por exemplo, o RSI oferece informações sobre o momento. Se o RSI estiver em torno de 50, significa que você está sem impulso. Se o RSI estiver mais alto e subindo, você tem um momento de alta.

Alinhado com as Bandas de Bollinger, você obterá informações sobre tendências e volatilidade. Você poderá observar as frases de tendências, juntamente com a quebra de preço e possíveis reversões. Isso ajudará você a tomar uma decisão de trading mais informada.

Resumindo

Ao confirmar os sinais, lembre-se de que o conjunto de indicadores que você usa às vezes pode falhar. Não existe um conjunto perfeito que levará apenas a negociações vencedoras. Basta encontrar os indicadores que funcionam juntos na maioria dos casos. Além disso, altere a combinação de indicadores de acordo com a estratégia que você implementa.

Negociação com até 90% de lucro
Experimentar agora
<span>Like</span>
Compartilhar
Go
Clique em Girar e deixe a roda escolher seu artigo do dia!
ARTIGOS RELACIONADOS
9 min
Quais são os indicadores de flat trading mais populares?
8 min
Os melhores indicadores técnicos para o trading de opções
4 min
4 indicadores técnicos para monitorar ao negociar commodities
4 min
4 benefícios incomuns do indicador StdDev para novas negociações
7 min
Como identificar o fim de uma tendência
5 min
5 dos melhores indicadores de scalping para usar imediatamente

Abrir esta página em outro app?

Cancelar Abrir