O que bolsa de valores significa

A questão do que é uma bolsa de valores e como descobrir suas características específicas tem assombrado as mentes de futuros investidores ansiosos que querem investir em coisas realmente valiosas. O artigo ajudará você a entender as principais nuances, explicar as funções das bolsas de valores e como elas funcionam. Os exemplos mais marcantes serão listados aqui também!

Fundamentos

As ações foram negociadas pela primeira vez em Amsterdã no século 17, com a Companhia Holandesa das Índias Orientais sendo a primeira empresa de capital aberto. A primeira bolsa de valores foi estabelecida em Amsterdã em 1611. Vamos começar com a definição de bolsa de valores. Em palavras simples, é um mercado especial onde os participantes dos processos financeiros podem comprar ou vender vários títulos, incluindo títulos, ações de fundos negociados em bolsa EFT e assim por diante. O próprio mercado é um instrumento no ato de negociação. Os tipos de bolsa de valores mais comuns incluem comércio eletrônico, leilões, mercados de balcão (OTC) e redes de comunicação eletrônica.

Como funciona?

Em primeiro lugar, o papel da bolsa de valores é aproximar as empresas e o governo do investidor. Além disso, garante liquidez — o número de vendedores e compradores em uma bolsa bem estabelecida é suficiente para um fluxo rápido e ininterrupto de ofertas e transações.

Uma vez que uma empresa tenha concluído sua oferta pública inicial, ela se torna disponível na bolsa de valores no mercado primário. Depois que os acionistas públicos compram títulos, eles podem oferecê-los no mercado secundário. É importante que a bolsa monitore o fluxo de ordens para cada tipo de ação, bem como a oferta e a demanda, e os preços são assim determinados pelo mercado, ou seja, pelo equilíbrio entre oferta e demanda.

Como isso pode afetar os processos econômicos?

Como já apontamos, o principal significado e propósito da bolsa de valores está no desenvolvimento da economia. Vamos detalhar as três principais maneiras pelas quais ele geralmente contribui:

  1. Captação substancial de capital: qualquer empresa que realize uma oferta pública inicial ou emita regularmente novas ações pode levantar recursos para projetos de expansão ou para financiar determinadas operações.
  2. Melhor gestão financeira corporativa: as empresas que apresentam suas ações nas maiores bolsas de valores do mundo são obrigadas a seguir padrões específicos (estabelecidos pelos reguladores de relatórios financeiros). Tudo isso reduz os riscos de fraude e lavagem de dinheiro, pois os gestores da empresa e o caixa estão sob constante controle público. Quanto mais honestos e transparentes forem todos os processos, maior será o preço das ações.
  3. Melhorar a eficiência econômica: em vez de as pessoas simplesmente colocarem suas economias em um cofrinho, elas têm a oportunidade de investi-las (= fomentar processos econômicos) e então receber uma renda adicional.

Além disso, outra função crucial da bolsa de valores é manter a liquidez. Após a análise da informação disponibilizada, permite aos investidores determinar o valor mais adequado, tendo em conta a oferta e a procura num determinado período de tempo.

Os exemplos mais brilhantes

A primeira bolsa que sobreviveu até hoje e continua operando ativamente é a NYSE, fundada em 1792. A decisão de criá-la foi tomada por 24 corretores e traders.

No entanto, além da NYSE (Bolsa de Valores de Nova York), existem inúmeras outras maiores bolsas de valores do mundo. Por exemplo:

  • LSE — Bolsa de Valores de Londres (criada em 1801, Reino Unido) com uma capitalização de mercado de £ 2,66 bilhões;
  • Nasdaq (criada em 1971, Estados Unidos da América) com uma capitalização de mercado de US$ 10,93 trilhões;
  • SSE — Bolsa de Valores de Xangai (criada em 1990, China) com uma capitalização de mercado de US$ 5,01 trilhões.

As principais bolsas acima mencionadas apenas listam ações de empresas que publicam suas demonstrações financeiras trimestralmente ou anualmente e atendem a requisitos especiais de lucro antes de impostos e ações de capital aberto. As empresas que cometeram violações legais graves ou que relataram dados financeiros incorretos nos últimos 3-5 anos (dependendo dos requisitos de uma bolsa específica) não são elegíveis para solicitar a listagem de suas ações.

Conclusão

Para coroar tudo isso, uma bolsa de valores é um mercado especial para venda e compra de instrumentos financeiros. Via de regra, todo o procedimento de negociação da bolsa de valores começa com a compra de ações no mercado primário e continua com sua venda no mercado secundário. Somente as empresas que seguem rigorosamente os requisitos e conduzem seus negócios com honestidade podem apresentar seus títulos, e a transparência das transações financeiras afeta o valor das ações.

Compartilhar
Copiar link
Link copied
ARTIGOS RELACIONADOS
4 min
Como investir em títulos?
5 min
Criptomoedas: um guia para iniciantes
4 min
Como investir com pouco dinheiro
5 min
Como investir dinheiro online
5 min
6 principais benefícios da diversificação no investimento
4 min
Como selecionar ações para investimento racional?