7 maneiras de criar renda passiva

A renda passiva é muito desejada e incompreendida ao mesmo tempo. Algumas pessoas acreditam erroneamente que é fácil e não requer trabalho inicial. Mas nada disso é verdade.

Agora que compreendemos que renda passiva não é um empreendimento do tipo “configure e esqueça”, vamos passar para o tópico em questão. Aqui estão vários fluxos de renda passiva que não são muito complicados, mas têm o potencial de trazer resultados.

Nos últimos anos, o interesse em renda passiva vem aumentando constantemente. O gráfico abaixo foi retirado do Google Trends. Surpreendentemente, o maior pico de interesse foi em janeiro de 2022. A consulta “renda passiva” não foi tão pesquisada mesmo quando a quarentena e as restrições afetaram pessoas em todo o mundo.

1. Ações de dividendos

À medida que as empresas públicas geram lucro, uma parcela disso vai para os acionistas a cada trimestre. Empresas maduras e bem estabelecidas são as mais propensas a pagar bons dividendos, que é de 2% a 6% em média. Como os dividendos são pagos por ação, quanto mais ações você tiver de uma determinada ação, maior será o retorno.

Investir em ações que rendem dividendos requer pouco ou nenhum esforço contínuo (a menos que você decida comprar mais ações da mesma ação, diversificar ou vender completamente). Mas a parte complicada é escolher as ações certas para o seu investimento inicial. Considere o seguinte:

  • Lucratividade a longo prazo da empresa 
  • Expectativas de crescimento
  • Relação dívida/patrimônio
  • Tendências mais amplas da indústria e do setor

Geralmente, é mais seguro começar com empresas que aumentaram seus pagamentos de dividendos anualmente por décadas. Claro, você também pode procurar empresas mais novas e modernas que parecem ter potencial. Mas determine sua tolerância ao risco e prossiga com cautela.

2. Índices e fundos de Índice 

Os fundos de índice e os índices permitem que você invista em uma coleção de ações que pagam dividendos (rendimento de 1% a 10%). Eles são comprados e vendidos como ações regulares (ou seja, como um ativo), mas você recebe uma cesta diversificada de vários ativos. Você será emparelhado com um gerente de fundos que cria um portfólio e faz o trabalho duro para você. Em troca, eles recebem uma parte dos lucros.

Os fundos de índice geralmente são altamente líquidos e baratos, o que os torna uma boa escolha para os aversos ao risco. Outro benefício é que mesmo que uma empresa do índice reduza ou retenha os dividendos do trimestre, isso tem um efeito menor no rendimento do índice, se houver, porque há muitos constituintes. Da mesma forma, os índices experimentam menos volatilidade – exceto em recessões, não é sempre que a maioria das empresas perdem valor.

Índices e fundos reorganizam suas participações assim que o desempenho do instrumento é comprovado. As avaliações são realizadas regularmente e seguem fórmulas comprovadas.

3. Contas de poupança de alto rendimento

Isso também é conhecido como investir em um certificado de depósito de alto rendimento. As contas de poupança ou CDs são oferecidos pelos bancos e levam apenas minutos para serem configurados. Se o seu banco oferece um e é assegurado pelos FGC (Fundo Garantidor de Crédito) ou entidade relevante para o seu país, considere este ponto o mais direto e acessível da lista. Muitos reguladores fornecem seguro até um certo valor.

A principal vantagem de uma conta poupança é que os retornos são garantidos. Eles não dependem do mercado, desempenho da empresa ou outras variáveis ​​– você recebe uma porcentagem predeterminada especificada no contrato.

As contas de poupança não são o método mais lucrativo, no entanto. As porcentagens de rendimento geralmente não ultrapassam 1%, o que nem sempre cobre a alta inflação.

4. Fundos de investimento imobiliário

Os REITs (Real Estate Investment Trust) são empresas de capital aberto que investem em imóveis em diversos setores imobiliários. Como investidor de REIT, você recebe dividendos dos lucros da empresa. Legalmente, os REITs são obrigados a pagar 90% de sua renda aos acionistas, o que geralmente coloca sua porcentagem de rendimento acima de alguns dos principais índices (até 7% ou mais).

Aqui estão alguns tipos de REITs e a pergunta que você precisa fazer:

  • Varejo: O setor de varejo está financeiramente saudável agora e para onde está indo? 
  • Residencial: O mercado imobiliário está em alta? Existem projetos de desenvolvimento de alto nível em andamento? 
  • Saúde: O setor de saúde está privatizado? Se sim, gera lucros? 
  • Mercado de Trabalho: A economia vai bem? Qual é a taxa de desemprego atual?
  • Hipoteca: Quais são as taxas de juros?

Os pagamentos podem flutuar dependendo da prosperidade da empresa e do mercado em geral. Os REITs têm o direito de cortar o dividendo ou eliminá-lo completamente, especialmente em tempos econômicos mais difíceis.

5. Bond ladders

Bond ladders ou “Escadas de Títulos” são carteiras de títulos de renda fixa que vencem em períodos diferentes, mas em intervalos aproximadamente iguais.

Os vencimentos escalonados permitem coletar e reinvestir seus pagamentos de juros. A escada também reduz o risco de crédito porque está diversificado pela carteira de portfólio. Além disso, há espaço para experimentar reinvestimentos – por exemplo, os recursos de um título de 1 ano recentemente vencido podem ser investidos em um título de 8 anos.

Os Títulos do Tesouro (<1%-7%) são garantidos pelo governo, enquanto os títulos corporativos não são. Portanto, escolha aqueles que correspondam com à sua tolerância ao risco.

6. Empréstimo peer-to-peer (ponto-a-ponto)

O empréstimo peer-to-peer (P2P) é um serviço em que dois indivíduos (credor e tomador) interagem diretamente entre si. As transações geralmente são feitas por meio de um intermediário, que reforça as políticas de segurança. A renda passiva é feita por meio de juros cobrados dos tomadores. 

Tecnicamente, você pode emprestar qualquer coisa que armazene valor ou tenha um caso de uso valioso. A maioria das pessoas segue o caminho simples e empresta dinheiro fiduciário, mas os empréstimos de criptomoedas já estão em ascensão há alguns anos.

Tenha em mente que os empréstimos P2P não possuem garantias. Portanto, se o seu tomador deixar de pagar o empréstimo, você pode acabar sem nada, a menos que busque uma ação legal. Para minimizar os riscos, avalie cuidadosamente seus potenciais tomadores de empréstimos ou escolha plataformas que fazem isso por você.

7. Marketing de Afiliados

Ao participar de um programa de afiliados de uma empresa, você recebe uma comissão por qualquer compra feita com seu código ou através de seu link. A comissão média do afiliado é de 5% a 30%.

Essa opção tem risco zero porque você não precisa investir nada – você simplesmente promove produtos. Pode não representar uma fonte de renda significativa, a menos que você tenha muitos seguidores online. Aumente o alcance do seu link ou código — primeiro, entre amigos e familiares e, depois, entre um público mais amplo.

Considerações finais

Qualquer novo projeto, seja investindo ou configurando uma conta de afiliado, pode ser assustador para começar. Faça uma pesquisa completa sobre qualquer caminho que você planeja seguir. Além disso, procure experiências pessoais e sempre comece pequeno.

Tenha em mente que os investimentos passivos não compensam imediatamente. Antes de ter um ativo gerador de renda, você precisa dedicar algum tempo e esforço. Os melhores métodos geralmente aumentam o pagamento ao longo do tempo; portanto, se você gerenciar tudo corretamente, verá sua renda passiva crescer.

Compartilhar
Copiar link
Link copied
ARTIGOS RELACIONADOS
4 min
O que é um fundo de hedge?
4 min
Melhores estratégias de investimento em ETF para diversificar seu portfolio
5 min
Investimentos de longo prazo vs negociação de curto prazo
4 min
Qual é a melhor maneira de investir em fundos mútuos
3 min
A principal diferença entre os mercados primário e secundário
6 min
10 fatos interessantes sobre os mercados financeiros do século 21