O que é um hedge e como utilizá-lo para investir

O Hedging ou cobertura é uma das estratégias que os investidores experientes geralmente utilizam para proteger seu capital. Neste artigo, explicaremos porque o hedge tem um significado tão essencial no mercado de ações. Você quer se tornar um hedger profissional? Então, continue lendo.

Qual é o significado de cobertura?

Antes de mais nada, vamos definir o que é um hedge. O significado mais simples de hedge no mercado de ações é “tomar medidas para reduzir o perigo e o risco”. O hedge em finanças é uma tomada de decisão estratégica que tenta limitar os riscos em ativos financeiros. Os preços dos títulos são propensos a mudanças indesejadas e inesperadas em um curto espaço de tempo. Tais mudanças muitas vezes levam o proprietário a ter uma perda no valor de seus ativos.

5 melhores dicas para futuros investidores

Tomar posições de compensação em derivativos ou quaisquer outros títulos que correspondam a uma posição atual é uma estratégia de comum de hedge. Outros tipos de hedge podem ser construídos utilizando ferramentas como a diversificação. Ela não apenas protege um investidor de diferentes tipos de risco, mas também melhora a eficiência do mercado.

Como funciona um hedge?

Investidores e gerentes de dinheiro usam hedge para reduzir e gerenciar a exposição ao risco. Estratégias de hedge são essenciais para muitos Planos B ao seu Plano As – ou seja, seus investimentos iniciais. Os hedges são a opção de emergência se seus planos financeiros centrais não funcionarem. Eles são o programa de seguro para seus ativos e transações financeiras. Quando você compra um carro novo em folha, você o considera um investimento significativo e espera tirar o máximo proveito dele. Portanto, uma apólice de seguro é feita através do empréstimo de um plano de reserva caso seu carro se envolva em qualquer acidente ou situação infeliz. Os hedges funcionam da mesma maneira, ou seja, como coberturas.

Assim como o seguro não vem sem uma taxa, o hedge também envolve custos potenciais. Implica um trade-off (escolha de uma opção em detrimento da outra) entre risco e retorno. Embora reduza o perigo e o risco, também diminui as recompensas potenciais que podem ser feitas. Continuando com nosso exemplo anterior, mesmo que seu automóvel dos sonhos possa estar segurado em caso de acidente, o custo do seguro é desperdiçado se um acidente nunca acontecer.

Atenção! Embora o seguro e o hedge possam ser semelhantes, é crucial observar que o último é mais complicado do que o primeiro. O hedge nunca garante de forma alguma a diminuição total dos riscos.

Como funciona a cobertura de hedge?

5 dicas sobre como realmente aproveitar o processo de negociação

No âmbito do investimento, o uso de derivativos é o método mais popular de hedging. Os derivativos são contratos cujos valores são medidos pelos ativos subjacentes e movem-se em correspondência com o valor desses ativos. Estes incluem opções, swaps, futuros e contratos a termo. Ações, títulos, commodities, moedas, índices e taxas de juros são exemplos de ativos subjacentes.

O “índice de hedge”, ou delta, mede quão bem funciona um hedge derivado. Ele mede o quanto o preço de um derivativo muda para cada dólar americano que o preço do ativo subjacente muda. Quanto maior o “índice de hedge”, mais imune sua carteira está a perdas potenciais.

Há várias maneiras de proteger suas economias e investimentos. O risco negativo do título subjacente que o investidor deseja cobrir provavelmente influenciará a abordagem específica e o custo dos instrumentos.

A cobertura de hedge pode ser cara porque o custo aumenta à medida que o risco de queda aumenta. Uma opção de longo prazo vinculada a um investimento mais volátil custará mais para se proteger, porque o risco descendente tende a aumentar com níveis de volatilidade mais altos e com o tempo. Somente após uma análise cuidadosa dos mercados, da economia e da história é que se pode concluir se um custo elevado vale a pena.

11 citações que podem mudar sua negociação
Confira estas poderosas pepitas de sabedoria de traders, economistas e empresários famosos.
Ler mais

Hedging através da diversificação

7 dicas para evitar negociar o P&L

Não apostar tudo que você tem é um provérbio que é sempre relevante, e que se aplica, especialmente em finanças. Quando um investidor se diversifica, ele faz investimentos que não se movem na mesma direção. A diversificação envolve investir em vários ativos não relacionados para que, se um falhar, os outros ganhem. Em outras palavras, se o preço dos ativos subir, outros títulos em uma carteira diversificada não receberão necessariamente um aumento de preço.

Diversificar um portfólio estrategicamente para diminuir certos riscos também pode ser chamado de hedge, embora seja um básico. Por exemplo, você pode comprar ações de um hotel, de uma escola e de uma marca de roupas. Os outros investimentos não serão afetados se uma retração acontecer no setor turístico onde o hotel opera, uma vez que não estão relacionados.

Outras formas de hedging 

Vamos passar por mais algumas técnicas de hedging.

Arbitragem

Para a maioria dos especialistas financeiros, a arbitragem é o significado essencial de hedging no mercado de ações e na negociação. Ela envolve a compra e venda imediata de um produto por um preço mais alto em outro mercado, produzindo ganhos modestos, mas consistentes. Esta técnica é aplicada com mais frequência no hedging de ações.

A tática de arbitragem é relativamente simples, mas altamente engenhosa: comprar por menos e vender por mais quando a oportunidade surge. Por exemplo, um garoto compra um pacote de cartões exclusivos de edição limitada de uma loja no centro da cidade. Ele vende o pacote por um preço mais alto no centro, onde as pessoas estão dispostas a pagar mais. A diferença é o que ele ganha e é chamada de arbitragem no mercado financeiro.

Average down 

Como se tornar um empreendedor: o guia definitivo

A técnica de average down é a compra de mais unidades de um produto específico, mesmo que seu custo ou preço de venda tenha diminuído recentemente. Os investidores em ações frequentemente usam este método de hedging. Eles adquirem mais ações a um preço mais baixo se o preço de uma ação que já compraram cair. Os ganhos da segunda compra podem então equilibrar as perdas da primeira se o preço aumentar até um ponto entre dois preços de compra.

Spread hedging

As quedas moderadas de preços são extremamente frequentes no setor de índices e também são muito imprevisíveis. Um bear put spread (trava de baixa) é um método popular de hedging nestas circunstâncias. Quando um trader ou investidor antecipa uma queda moderada ou significativa no preço de um título ou ativo, eles podem usar um spread bear put para diminuir o custo de manter a transação de opção.

A compra de opções de puts e a venda da mesma quantidade de puts sobre o mesmo ativo com a mesma data de vencimento e um preço de strike mais baixo resulta em um bear put spread. A diferença entre os dois preços de exercício, menos o custo líquido das opções, é equivalente ao lucro máximo possível utilizando este método.

Os riscos de hedging

Embora o hedging seja um método para reduzir os riscos, é importante lembrar que praticamente todas as táticas têm desvantagens. Como já foi estabelecido, o hedging é imperfeito e não garante o sucesso futuro ou diminuição de perdas.

Você deve pensar em hedging em termos de seus prós e contras. Como isto raramente, se é que alguma vez, resulta em lucro, vale a pena lembrar que um hedge bem-sucedido é aquele que apenas reduz as perdas.

Hedging e o investidor do dia-a-dia

7 dicas sobre como obter resultados de negociação mais consistentes

Parece que os investidores que compram e seguram têm pouco ou nenhum incentivo para aprender alguma coisa sobre hedging. Entretanto, uma vez que empresas bem conhecidas frequentemente praticam hedging e os investidores podem segui-las, é útil entender o que ele proporciona. Ele ajuda a entender melhor as ações dos agentes significativos do mercado.

Perguntas Frequentes (FAQs)

Vamos analisar algumas das perguntas frequentes dos investidores iniciantes.

O que é uma cobertura contra riscos?

Uma abordagem para reduzir os riscos associados aos ativos financeiros é o hedging. Ele emprega táticas de mercado ou instrumentos financeiros para reduzir o risco de mudanças de preços desfavoráveis. Dito de outra forma, é preciso cobrir um investimento abrindo o comércio em outro.

Quais são alguns exemplos de hedging?

Exemplos de hedging incluem a compra de seguros de propriedade, utilizando derivativos como opções ou futuros para compensar perdas em ativos de investimento subjacentes, e assumindo novas posições cambiais. As estratégias de hedge também incluem evitar perdas decorrentes de mudanças nas posições atuais de moeda e, ao mesmo tempo, manter algum potencial positivo. Algumas das técnicas populares são:

  1. Diversificação;
  2. Derivativos;
  3. Average Down;
  4. Arbitragem.

O hedging é uma ciência imperfeita?

Ao investir, o hedging é complexo e é visto como uma ciência imperfeita. O hedge ideal removeria completamente o risco de uma posição ou portfólio. Em outras palavras, o hedge tem uma correlação negativa absoluta com o ativo em risco. Mesmo o hedge ideal, no entanto, não é livre de despesas.

Conclusão 

O que é a GBP?

Esperamos que este artigo o tenha ajudado a entender a definição de hedge e que você tenha encontrado a resposta para a pergunta sobre o que é hedge no mercado de ações. A compreensão de hedge é essencial para um investimento sábio em ações e muitos outros ativos, mas não pode reduzir completamente o risco de perda de capital. Você precisa aprender e praticar constantemente.

Curtir
Compartilhar
Copiar link
Link copiado
Go
Clique em Girar e deixe a roda escolher seu artigo do dia!
ARTIGOS RELACIONADOS
4 min
O que fazer se você se sentir pronto para desistir de negociar: 6 dicas importantes
4 min
5 dicas que podem melhorar suas negociações agora
6 min
9 dicas para traders iniciantes
6 min
7 dicas de como sobreviver ao seu primeiro ano como trader
4 min
10 dicas úteis para traders de tempo fixo
4 min
Os fundamentos de ações e como eles funcionam

Abrir esta página em outro app?

Cancelar Abrir