Como entrar no mercado de ações

Fazer investimentos e negociações no mercado de ações é uma das melhores maneiras de ganhar uma renda extra. Há muitas pessoas que consideram esse caminho muito difícil. Mas, na verdade, você só precisa tomar uma firme decisão.

É melhor tomar decisões de manhã, pois todos os humanos sofrem de fadiga de decisão. O fenômeno significa que quanto mais cansado você estiver, menor a probabilidade de tomar uma decisão boa ou difícil. Isso foi comprovado pelo estudo realizado na Universidade Ben-Gurion.

Então, se você é jovem e ambicioso, tudo depende de você. Não perca tempo! Agora é hora de aprender como entrar no mercado de ações. A primeira coisa é encontrar uma corretora adequada.

Algumas ideias sobre como encontrar uma corretora  

Existem duas principais bolsas de valores na Índia: a Bombay Stock Exchange (BSE) e a National Stock Exchange (NSE). Ambos estão localizados em Mumbai, mas a BSE é muito mais antiga e maior em termos de número de empresas listadas. Algumas ações estão disponíveis em BSE ou NSE. Portanto, ao selecionar uma corretora, tente escolher uma que ofereça negociação em ambas as bolsas.

Entre outras condições importantes, vale destacar as comissões de negociação, a qualidade do suporte técnico aos clientes e, o mais importante, a reputação e confiabilidade da corretora!

Contas necessárias para começar a investir  

Existem três contas que são necessárias para comprar e vender ações:

  1. Conta demat 
  2. Conta de negociação
  3. Conta bancária vinculada

Uma conta demat armazena as ações adquiridas pelo investidor em formato digital. Também aumenta a confiabilidade dos investimentos e serve como proteção contra golpistas. Esta conta é aberta no depositário através de uma empresa autorizada: uma corretora ou um banco.

Existem três tipos de contas demat:

  1. Conta demat regular
  2. Conta demat não repatriável
  3. Conta demat repatriável 

Uma conta demat regular é a melhor escolha para os residentes da Índia. Ela é administrada por participantes depositários, como corretores de bolsa. Cada corretor na Índia está registrado em um dos dois depositários: National Securities Depository Limited (NSDL) ou Central Depository Services Limited (CDSL).

O restante das contas demat são destinadas a indianos não residentes. A diferença entre essas contas é que apenas as contas demat repatriáveis ​​permitem a transferência de recursos de um investidor para o exterior. Mas, nesse caso, o investidor precisa ter uma conta bancária não residente. Existem também as chamadas contas 2 em 1 que combinam as funcionalidades das contas demat e de negociação.

Uma conta de negociação é uma conta para realizar todas as transações financeiras com compradores e vendedores de ações. Se não houver fundos suficientes, as transações são impossíveis. É por isso que, antes de começar a negociar, você precisa financiar sua conta de negociação.

A vinculação de uma conta bancária a uma conta de negociação é necessária para depositar e retirar fundos. Em geral, são contas diferentes. No entanto, existem opções em que pode ser a mesma conta. Algumas corretoras permitem combinar todos os 3 tipos de contas mencionadas em uma conta. Isto é especialmente permitido aos bancos que prestam serviços de corretagem.

Documentos necessários para abrir contas demat e trading

O conjunto exato de documentos obrigatórios necessários para abrir contas demat e trading pode variar de corretora para corretora:

  1. Cartão PAN 
  2. Cartão Aadhaar ou outro documento para verificar se você reside na Índia
  3. Um cheque cancelado com o seu nome da sua conta bancária
  4. Uma confirmação de mandato bancário
  5. Fotografias em formato de passaporte

O documento essencial para abertura de contas demat e trading é um cartão PAN, pois é necessário pagar impostos sobre os rendimentos das atividades de investimento.

O cartão Aadhaar é um número de identificação único de 12 dígitos (UIN) que verifica a residência na Índia. Este cartão não é uma carteira de identidade necessária, mas muitos corretores o solicitam como um documento adicional para verificar a residência do investidor. Você também pode usar um passaporte de residente indiano ou cartão de eleitor em vez de um cartão Aadhaar. No entanto, um cartão Aadhaar é obrigatório para qualquer transação financeira superior a Rs. 1 milhão.

Conclusão

Agora que você aprendeu como entrar no mercado de ações, pode ver que é bem simples. Claro, isso não significa que tudo vai funcionar para você desde os primeiros negócios. Investir é uma arte e requer prática e disciplina. Mas você tem que começar de algum lugar! Os pontos principais são usar técnicas de gerenciamento de risco e tomar suas próprias decisões, independentemente de quaisquer conselhos e recomendações.

Compartilhar
Copiar link
Link copied
ARTIGOS RELACIONADOS
4 min
O mundo dos ETFs: um guia para iniciantes
5 min
Aprenda a negociar no mercado em 5 passos
3 min
O que é um objetivo financeiro?
6 min
Como começar a investir em ações: um guia para iniciantes
5 min
5 formas de aprender a negociar
5 min
Quando desistir: dicas para reduzir suas perdas de trading