Esperança ou hype: o metaverso aumentaria o custo de vida?

A tendência da realidade virtual e aumentada abriu o caminho para que as inovações ocorram em maior escala. O que começou inicialmente como a criação de um sistema descentralizado tornou-se um imóvel virtual.

O metaverso ganhou mais popularidade depois que o gigante da mídia social – Facebook mudou seu nome para Meta. Mark Zuckerberg, CEO da Meta, explicou como o metaverso visa tornar o trabalho e a vida fácil, econômico e sem interrupções.

Inteligência artificial em todos os lugares: o que isso significa para os traders

Os freelancers agora podem superar a sensação de ter que trabalhar em um ambiente monótono. Com o metaverso, você pode configurar um ambiente de espaço de trabalho virtual que permite socializar com outros avatares. Outras áreas da vida cotidiana, como compras, estudos e jogos, são todas consideradas nessa melhoria inovadora.

Como toda ação acontece virtualmente e não na vida real, a questão é; o metaverso aumentará o custo de vida? Siga até o final para descobrir o significado do metaverso.

No entanto, essa inovação gerou tanta conversa recentemente que muitos céticos são particulares sobre por que essa inovação deve ser abraçada de braços abertos. Pelo contrário, as principais marcas como Nike e Adidas estão se movendo cedo para esse novo ecossistema.

Exorbitante ou custo-eficiente – avaliando vários setores

1. Passeio e viagem

Após as restrições de viagem que podem acontecer a qualquer momento, os passeios virtuais a locais notáveis, como as grandes pirâmides do Egito, a Grécia antiga ou a Cidade do Vaticano em Roma, agora se espalharam. Pessoas em todo o mundo agora podem economizar mais em viagens e passeios explorando lugares (do seu conforto) que gastariam muito para visitar.

Os desenvolvedores estão trabalhando incansavelmente para trazer uma experiência mais realista ao metaverso, reencenando grandes eventos especiais. Assim, você não apenas gastará menos para viajar mais (virtualmente), mas também poderá viajar de volta para qualquer linha do tempo.

2. Trabalho

O que é Bitcoin (BTC)?

Empresas e estabelecimentos agora usam o metaverso como uma colaboração econômica. Com o metaverso, os funcionários não precisam reservar passagens aéreas caras ou viajar longas distâncias para participar de uma reunião de conferência.

Embora aplicativos de conferência como Zoom e Microsoft Teams ofereçam uma espécie de colaboração virtual, no entanto, ainda falta o toque de realidade que o metaverso apresenta. Não apenas os funcionários poderão interagir no espaço virtual, mas cada avatar poderá trocar dados sem pagar assinaturas.

3. Compras

Compras no mundo real com sites comerciais online como eBay, Amazon, Flipkart, etc. Você pode ter um produto ou serviço entregue à sua porta fazendo um pedido on-line em seu quarto. Tornou a vida conveniente em um grau razoável.

Embora essa abordagem de compra seja direta, os desafios da vida real são iminentes. Problemas como falhas no processo de reembolso ou não conseguir ter uma prévia perfeita de como o produto se encaixa na vida real – especialmente ao comprar roupas.

O metaverso permite que você sinta a aparência de um produto na vida real. Por exemplo, diferentes estilos de avatar e tons de pele podem ser usados ​​para provar um produto de moda.

4. Investimentos

Inteligência Artificial diminui engarrafamentos na Malásia

A maioria dos investimentos da vida real está sujeita a fatores econômicos, como notícias financeiras globais. Além disso, a liquidez pode ser um problema significativo para as principais ações ou títulos. No espaço virtual, o investimento ocorre em um sistema descentralizado.

Obras de arte – NFTs e imóveis metaversos estão se tornando os principais investimentos no espaço virtual. Decentraland, Sandbox e Crptovoxels permitem que as pessoas comprem imóveis na área virtual como um tipo de token não fungível (NFT).

À medida que a população do mundo virtual aumenta, os investidores começam a investir na compra de NTFs, como imóveis virtuais; essa pode ser uma maneira lucrativa de investir em ativos livres de acontecimentos da vida real.

Isso não apenas reduz o custo de vida, mas também fornece direitos e privilégios de investimento iguais.

5. Finanças

Conforme explicado em investimentos, as atividades financeiras no metaverso são desprovidas de atividades centralizadas. No lugar de um banco típico, o Decentralized Finance (DeFi) ou Finanças Descentralizadas, oferece todas as soluções financeiras para investimentos.

As pessoas podem ser impedidas de comprar títulos caros na vida real, mas o metaverso permite que qualquer pessoa (independentemente do status financeiro) compre criptomoedas e NFTs por meio do DeFi. Além disso, os ativos podem ser facilmente negociados ou trocados por outras compras no metaverso.

Considerações finais

O que irá acontecer quando todos os bitcoins forem minerados?

Existem várias maneiras pelas quais o metaverso não apenas promete reduzir o custo de vida, mas de fato o faz. Este espaço virtual permite que as pessoas vivam de forma mais conveniente e livre das preocupações do mundo real. Embora essa realidade imersiva possa se tornar rapidamente uma prática viciante, ela apresenta uma das melhores soluções para financiamento e liquidez em investimentos.

Compartilhar
Copiar link
Link copiado
ARTIGOS RELACIONADOS
4 min
5 tendências tecnológicas que reduzirão seu custo de vida
14 min
8 tecnologias emergentes que valem a pena investir
5 min
O que é o Metaverso e como ele pode impactar o mundo
5 min
Os 10 gadgets mais inúteis
7 min
Por que o Bitcoin apareceu em 2009, mas só decolou em 2017
7 min
Como minerar Bitcoin cash para iniciantes