As principais coisas que você precisa saber sobre os títulos

Qualquer pessoa que queira investir deve entender qual é o significado de um título e como os títulos funcionam, pois são cruciais para a diversificação de uma carteira de investimentos. Neste artigo, vamos dizer quais são as características básicas e os recursos dos títulos, bem como os riscos. Continue lendo, e você saberá como investir em títulos e como receber retornos.

Qual é o significado de um título nas finanças?

Vamos começar explicando o que são os títulos. A definição de títulos em muitas áreas (economia, mercado de ações, finanças, bancos) se resume a isto: uma dívida emitida por uma entidade (como uma empresa, município ou governo) e vendida a investidores para financiar seus projetos. Como um título é uma dívida, ele pode falhar se o emissor não puder pagá-la.

Tipos de títulos

O que são ativos  tangíveis e intangíveis?

Os títulos diferem em termos de seu emissor e quão arriscadas eles são. Existem quatro tipos de títulos:

Títulos corporativos

Este tipo de título é emitido por empresas. É uma escolha melhor para elas do que contrair um empréstimo junto a um banco. Qual é a principal diferença entre um empréstimo bancário e um título? A taxa de juros dos títulos é geralmente mais baixa do que a dos empréstimos.

Atenção! O corporativo é o tipo de título de maior risco.

Títulos Municipais

Estes títulos são emitidos pelos municípios e estados. Alguns dos títulos municipais oferecem cupom de renda livre de impostos.

Títulos do governo

Estes títulos podem ser emitidos, por exemplo, pelo Tesouro dos Estados Unidos. Eles existem em vários tipos. Primeiro, os títulos de duração igual ou inferior a um ano são chamados de “Contas”. Segundo, os títulos que duram de 1 a 10 anos são chamados de “notas”. Terceiro, os títulos que duram de 10 a 30 anos ou mais são chamados de “títulos”. Toda a categoria de títulos emitidos pelo tesouro público é chamada coletivamente de “títulos do tesouro”. Os títulos de governos nacionais podem ser referidos como dívida soberana. Além disso, os governos podem oferecer títulos de poupança de pequena denominação e títulos protegidos contra a inflação.

Observação! Os títulos do governo são considerados os mais seguros entre os tipos de títulos amplamente conhecidos.

Títulos de agência

Investimento temático versus derivativo – uma análise detalhada 2022

Eles são títulos emitidos por entidades relacionadas ao governo como Freddie Mac.

Observação! Existem também títulos com e sem garantia. O primeiro é um tipo de investimento em dívida que é respaldado por um ativo específico, ou seja, a propriedade atua como garantia. Os títulos sem garantia, também chamados de fianças, não são garantidos por equipamentos, renda, etc. Ao invés disso, o emissor promete que eles serão resgatados.

Características básicas dos títulos 

Ao comprar um título, você deve compreender as características dos títulos e estes conceitos:

Tipos de ordens do mercado de ações
  1. Um emissor de títulos é a empresa, agência ou governo que toma emprestado fundos do investidor. Estes emissores determinam os riscos que os investidores enfrentarão. Essas entidades reembolsarão a quantia emprestada em cupons fixos durante períodos regulares. Além disso, existem agências de classificação para dar classificação de crédito a esses emissores dependendo de alguns fatores; um emissor pode ter mais de uma classificação de crédito.
  2. Data de vencimento: É a data na qual o emissor terá reembolsado a quantia total dos fundos emprestados.
  3. Um cupom é o valor fixo que o mutuário paga regularmente ao investidor até a data de vencimento.
  4. Valor de face: É a quantidade total de fundos que os investidores recebem do emissor na data de vencimento. É também conhecido como a quantia principal.
  5. O valor de rendimento do título é o retorno que o investidor obterá ao investir no título.
7 mitos na negociação que você provavelmente acha que são verdadeiros
É hora de quebrar mitos sobre o trading! Alguns deles estão tão próximos da verdade que você nunca imaginaria que são apenas equívocos populares.
Ler mais

Os riscos dos títulos 

Os títulos são dívidas, e não se pode garantir que serão pagas de volta. Além disso, há seis riscos envolvendo os títulos:

Go
Clique em Girar e deixe a roda escolher seu artigo do dia!
Trading é uma fraude?
  1. Risco da taxa de juros. Isso acontece quando um título com o mesmo preço que o título atual mas com uma taxa de juros mais alta aparece no mercado, obrigando os investidores a investir nele. Isso força o preço do primeiro título a descer para igualar a taxa de juros do outro novo título (a relação entre as taxas de juros e os preços dos títulos é inversa). Para evitar este risco, há o teste de duração modificada que diz como é provável que o preço do título mude quando a taxa de juros flutua.
  2. Risco de inadimplência/crédito. Isso acontece quando o emissor pode não ser capaz de reembolsar o valor acordado devido à instabilidade financeira. Este tipo de risco acontece com empresas onde as taxas de cupom são mais altas do que as do governo. É por isso que os títulos do governo são muito mais seguros do que os títulos corporativos. Os detentores de bônus são fortemente aconselhados a ver as classificações de grau de investimento dadas pelas agências de classificação como a Moody and Poor.
  3. Riscos de inflação: O cupom permanecerá fixo quando os preços de mercado subirem. Entretanto, você só poderá comprar menos bens com o mesmo cupom fixo.
  4. Risco de call e reinvestimento. Empresas e municípios às vezes retiram seus títulos devido à queda das taxas de juros, obrigando-os a comprar novos títulos. Portanto, os investidores, também chamados de bondholders, terão que reinvestir seus fundos em outro lugar. Se você estiver investindo em um título resgatável, não deixe de perguntar sobre o momento em que é provável que ele seja resgatado para evitar este risco.
  5. Risco de liquidez: A negociação de títulos não é algo comum no mercado. Não há muitos compradores, o que pode resultar em preços mais voláteis, o que pode fazer com que o bondholder não receba muito em troca, um preço baixo.
  6. Risco de mercado: Se um título for escasso ou popular, seu preço subirá, o que significa que as taxas de juros cairão, prejudicando os bondholders.

As classificações dos títulos

Os títulos são classificadas por agências bem conhecidas como a Standard & Poor’s Ratings Services ou Moody’s Investors Services. A classificação mais alta que a agência pode dar é AAA, e a mais baixa é C ou D. Os títulos com uma classificação alta são considerados seguros, pois há menos chances de que o título venha a falhar. Aqueles com uma classificação mais baixa são considerados arriscados, pois há uma grande chance de que o título venha a falhar. Este tipo de título é chamado de “títulos podres” ou de “alto rendimento”.

O governo tem uma alta classificação ao emitir títulos com taxas de juros mais baixas, por isso são considerados seguros. Ao mesmo tempo, as empresas têm baixa classificação de crédito porque há um risco significativo de não pagar a taxa de juros ou o valor principal dos fundos.

Rendimento dos dividendos dos títulos

O rendimento dos títulos é o que o investidor obtém em interesse ao comprar um título. O preço de um título pode mudar quando a taxa de juros muda. Se o preço sobe com um prêmio, a taxa de juros desce, o que significa que o rendimento desce. Se o preço cai com um desconto, a taxa de juros sobe, o que significa que o rendimento sobe.

O que é banco de investimento?

Para calcular o rendimento do título, é necessário dividir a taxa de cupom fixo que o emissor paga anualmente pelo valor nominal/ preço do título.

Rendimento (Yield) =Cupom Fixo/ Preço do título

Digamos que você adquiriu uma caução por 5000$, e recebe 200$ anualmente:

Rendimento (Yield) =Cupom Fixo/ Preço do título=200/5000=4%.

No entanto, os preços dos títulos são voláteis. Digamos que o preço do título subiu para 5500$. O cupom fixo ainda será fixo, portanto, ao calcular o rendimento, ele irá descer:

Rendimento (Yield) =Cupom Fixo/ Preço do título=200/5500=3.64%.

Por outro lado, quando o preço do título cair para 4300$, o cupom também será fixo, e o rendimento subirá:

Rendimento (Yield) =Cupom Fixo/ Preço do título=200/4300=4.65%.

Informações gerais

Esperamos que o artigo tenha explicado tudo o que você precisa saber antes de investir em títulos e respondido às perguntas sobre o que é um título e como ele funciona. Quando o mercado de ações é instável, os títulos podem ajudar a equilibrar seu investimento. A importância dos títulos para diversificar uma carteira de investimentos é inegável. Entretanto, você deve estar ciente dos riscos e considerar:

  • A estabilidade financeira do emissor.
  • Uma série de compradores no mercado.
  • Se o emissor irá retirar o título.
Curtir
Compartilhar
Copiar link
Link copiado
ARTIGOS RELACIONADOS
4 min
A teoria da Onda de Elliot do fluxo de moeda: o que todo trader deve saber
6 min
7 maneiras de criar renda passiva
4 min
Quais fatores afetam os preços das ações no mercado de ações?
4 min
Feriados do mercado de ações em 2022
4 min
Como investor em arte?
4 min
Os fundamentos de ações e como eles funcionam

Abrir esta página em outro app?

Cancelar Abrir