6 principais benefícios da diversificação no investimento

Diversificar ou não diversificar… A resposta curta é sim, mas você provavelmente quer saber por quê.

Antes de continuar lendo, aqui está um fato interessante: as pessoas fazem mais perguntas do tipo “por que” após o fracasso do que após o sucesso, como demonstrado em um estudo. Então, se você já está se perguntando por que a diversificação é importante – antes que a falta dela tenha feito você perder fundos — você está um passo à frente 

Voltando ao assunto, aqui estão 6 razões para a diversificação, bem como alguns exemplos de carteiras bem equilibradas.

1. Reduz o risco do portfólio 

O motivo para a diversificação é a redução do risco do portfólio sem sacrificar os retornos potenciais. Pelo menos, essa é a principal razão pela qual a maioria dos investidores está fazendo isso.

Se você diversificar bem, seu portfólio será distribuído por diferentes ativos, países e setores, preservando seu capital e aumentando seus retornos ajustados ao risco. Embora não elimine completamente o risco, a frase “Não coloque todos os ovos na mesma cesta” existe há mais tempo do que os mercados financeiros — e funciona.

2. Reduz a dependência de uma única classe de ativos 

Diferentes tipos de investimentos não funcionam bem simultaneamente. Quando uma classe de ativos está em baixa, a diversificação permite que você recupere suas perdas de outra classe de ativos. Embora seja importante que alguns de seus investimentos se movam em uma correlação negativa.

Por exemplo, não seria sensato manter seus fundos exclusivamente em commodities. Se houver uma interrupção na cadeia de suprimentos ou uma turbulência política no país de produção, isso poderá despencar todo o seu portfólio.

3. Aumenta a exposição

Como você não está apegado a uma única forma de investimento, você é livre para explorar outros mercados. E mais exposição significa mais oportunidades. Por exemplo, você pode aumentar sua chance de exposição a investimentos líderes em seus setores ou mercados. Ao mesmo tempo, você aumenta suas chances de encontrar uma joia que está prestes a explodir.

4. Cobertura contra a volatilidade do mercado 

Fazer investimentos diversificados é a forma mais eficaz de cobertura. Entre os investidores, é mais popular do que abrir posições opostas, vender a descoberto, cercar, manter dinheiro e qualquer outra técnica de mitigação de risco.

Às vezes, a classe de ativos de melhor desempenho em um ano se torna a de pior desempenho no ano seguinte e vice-versa. Por exemplo, ações e títulos de mercados emergentes. Mas se você observar a porcentagem de mudança, um ano de retornos positivos pode significar coisas diferentes. Embora os títulos raramente se tornem a classe de maior rendimento, eles protegem contra os momentos em que os mercados emergentes estão em baixa.

5. Garante liquidez adequada  

Os investimentos líquidos, aqueles que podem ser facilmente convertidos em dinheiro, são ótimos acréscimos a qualquer portfólio. Esses ativos mantêm a demanda adequada de compradores e vendedores e permitem que você entre e saia rapidamente das posições que os envolvem.

Mas a diversificação também faz parte da liquidez. Os analistas descobriram que a diversificação é um fator importante da liquidez do portfólio e é ainda mais impactante do que o equilíbrio e o tamanho. Curiosamente, os fundos de investimento com ativos menos líquidos tendem a diversificar mais.

6. Fornece liberdade de cronometragem do mercado 

A última desta lista de vantagens da diversificação é a liberdade que ela dá. Alguns investidores gastam muito tempo e esforço tentando identificar o melhor momento para entrar no mercado e quando sair. Isso precisaria acontecer se você tivesse apenas um ativo para se preocupar. Mas não há nenhum benefício real em cronometrar o mercado quando você tem uma seleção saudável de ativos.

Exemplos de carteiras de investimento diversificadas 

Há muitas maneiras de abordar a diversificação no investimento. Aqui estão três exemplos de portfólios que combinam com investidores com diferentes tolerâncias ao risco e objetivos.

Portfólio agressivo 

80% de um portfólio agressivo pode estar em uma variedade de fundos de ações. Desses 80%, 45% podem ser em ações dos EUA (por ser a maior economia) e 35% podem ser em ações estrangeiras (mercados emergentes + mercados desenvolvidos).

Os 20% restantes da carteira podem ser divididos entre títulos (10%), imóveis (5%) e ouro (5%).

Portfólio moderado 

Um portfólio moderado pode ser:

  • Uma variedade de fundos de ações – 70%
  • Títulos – 20%
  • Imóveis – 5%
  • Ouro – 5%

Portfólio conservador 

Uma carteira conservadora pode ser:

  • Uma variedade de fundos de ações – 60%
  • Títulos – 25%
  • Imóveis – 7.5%
  • Ouro – 7.5%

Dicas para diversificar com eficiência 

Tendo aprendido a importância da diversificação de portfólio, você também pode gostar de conhecer algumas dicas sobre como fazê-lo de forma eficaz: 

  • Estabeleça a linha do tempo. Antes de movimentar capital em diferentes classes de ativos, é importante definir metas baseadas em tempo. Sua seleção deve considerar que os ativos oferecem benefícios em momentos diferentes.
  • ● Tenha sempre em mente o seu apetite ao risco. Você também precisa determinar com quanto risco se sente confortável para decidir se prioriza investimentos de alto ou baixo rendimento.
  • Tenha sempre em mente o seu apetite pelo risco. Você também precisa determinar com qual risco se sente confortável para decidir se prioriza investimentos de alto ou baixo rendimento.
  • Misture ativos conservadores e de alto crescimento. Digamos que você decidiu priorizar investimentos de alto rendimento. Esta não é a razão para perder oportunidades mais moderadas.
  •  Pense globalmente. Isso irá protegê-lo de eventos negativos que ocorrem em um país ou economia.
  • Reequilibre periodicamente. Altere o tamanho de suas participações dependendo de como elas se comportam ao longo do tempo.
  • Minimize as sobreposições. Diversificar é explorar novos setores, portanto, certifique-se de não colocar seus fundos acidentalmente nas mesmas categorias de investimento.

Aprenda sobre os setores em que você investe. Nenhum ativo vale a pena investir apenas porque é novo ou diferente de suas participações atuais. É fundamental que você faça pesquisas.

Compartilhar
Copiar link
Link copied
ARTIGOS RELACIONADOS
5 min
Criptomoedas: um guia para iniciantes
4 min
Como investir em títulos?
4 min
5 melhores livros sobre investimentos de todos os tempos
4 min
Como selecionar ações para investimento racional?
6 min
10 fatos interessantes sobre os mercados financeiros do século 21
4 min
O que é um fundo de hedge?